29 junho, 2009

Incerteza

Pego o violão
estava esquecido no encontro de dois lados do quarto
as cordas velhas pedem clemência
afino com as notas que guardo em meus olhos fechados

componho uma música
com os acordes dissonantes de sempre
eles fazem aumentar minha melancolia
aditivo para sentimentos desolados

um gole a mais de vinho
que minha garganta estrangula
abro outra garrafa
a tristeza tem sede

ela
figura que passeia na lembrança
estragou todos os relógios
estão todos errados

Um comentário:

FABRICA DE SERES disse...

Quero ouvir a música depois !!!