24 junho, 2010

Tempo real


Esperava te encontrar
meio-dia
e o resto do dia por vir
para te ver

estou na praça central
em um banco de concreto
olhava para a rua de baixo
olhava para a rua de cima

em todas que passavam
esperava você
não tinha o seu retrato
e nem você tinha o meu

na verdade foi aqui que te conheci
e hoje fazem trinta anos
onde víamos o pôr-do-sol
agora estão estes altos edifícios


18 junho, 2010

José Saramago



Clique aqui para assistir ao programa Roda Viva com o escritor José Saramago.

14 junho, 2010

Copa de 1982


O plantão no hospital é muito ingrato
mas o curso de enfermagem foi bom para mim
graças a ele consegui me casar
pago as contas e o colégio dos meninos

até que foi bem útil
mas para um fanático por futebol
em plena Copa do Mundo
é uma tristeza

tum-tum, tum-tum, tum-tum
bate meu coração
escuto rojões quebrarem o silêncio
mas em breve ele volta a reinar

fico sabendo que o Brasil perdeu
ah, vocês estão de brincadeira
já era o bolão
Paolo Rossi, nunca me esquecerei desse dia


06 junho, 2010

Por favor, não comente nada disso aqui com ninguém


D
ificuldade de ler
o sono já atrapalha
mas resisto para terminar o capítulo
duas folhas

vem cá
queria uma lâmpada com uma voltagem maior
ou seria os kilowatts
você sabe: algo mais potente, luminoso

rosqueio, mas ela se faz de difícil
claro, clareia, clarão
um estalo e o escuro
uma escuridão comum

o livro não será tocado está noite
abro a janela e outras janelas estão lá com suas luzes
olho para o céu e quantas luzes

pontinhos. ponto. prontos para serem lidos


04 junho, 2010

Bota fora


Ela é casada
vai com o marido para a França
ele é um empresário de lá
aqui fica uma filial

numa dessas indas e vindas
ele se apaixonou por ela
casaram e tiveram filhos
vivem bem, muito bem

ontem ela veio se despedir
chegou bêbada
nos conhecemos no bota fora dela semana passada
ela gostou da maneira com que falo dos meu sonhos

me beijou e saiu
ameaçou sair, voltou e me beijou novamente
enquanto transávamos uma buzina disparava lá fora
o marido a esperava lá embaixo


01 junho, 2010

Como Terminar Com Sua Namorada Em 64 Passos Simples

Laura, você não entrará na minha lista


Sexo é muito bom
mas e agora?
não precisa responder
tenho feito muitas perguntas

estava pensando alto
você não tem nada com isso
me sinto como aquele personagem
do livro do Nick Hornby

nunca mais vou te ver
você é muito bonita
vai conseguir um cara legal
eu, um estranho

ela então o abraça
encosta sua cabeça em seu ombro
diz que entende tudo aquilo
mas está atrasada para o trabalho


Aversão


Quero entender
prazer e consumo
hoje em dia se misturam
cegam as pessoas

o prazer vicia
queremos sempre mais
nos cega
perdemos valores

o consumo vicia
destrói tudo em busca de mais
alimenta desigualdades
não existe o outro

o serial killer e seu desejo se justificam
nesse mundo torto
mas nada disso importa
somos todos felizes


O Homem de Lata foge de Oz


Não acordei muito bem
ela já tinha levantado
me pediu para prender seu sutiã
recebi um “obrigada”

me vesti envergonhado
por que fiz isso mesmo?
ah claro: contar aos amigos depois
bater o copo na mesa

preciso de acolhimento
mundo inóspito
quero mudar o estado das coisas
explicar meu estranhamento

lutarei até o fim
aperto meus punhos com força
nesse arame-farpado chamado sonho
seu delírio é minha dor


Sobre a agonia de ver alguém se perder


Quero sexo
só isso
mas o que devo fazer?
estou com o meu filho

ele é indefeso
tem seis anos de idade
é inocente
não me lembro de ter sido assim

solto sua mão
deixo ele na vitrine de brinquedos
ele sonha
eu me afasto

aquele homem me olha
me deseja nesse momento
vou com ele
ao fundo escuto em choro: mamãe!