02 agosto, 2011

Miopia



Começou com uma inflamação
os olhos começaram a inchar
até que as pálpebras estouraram
ao dia, 5 litros de soro para não ressecar as retinas

passei a ter epilepsia devido a uma sociofobia
bastava olhar para alguém
e enxergava os crimes cometidos por ela
através do remorso ou de alguma auto-punição moral

enlouqueci, queria o suicídio
mas fui aprisionado
mantido vivo para uso governamental
disputado por grandes corporações

de segredo em segredo
passei de salvação à perdição
o número de assassinatos aumentou dez vezes
graças a um vídeo que publiquei no You Tube


23 comentários:

Paulão Fardadão Cheio de Bala disse...

É viúva isso, ela sobre pro cérebro e causa esses delírios.

Cliceli A. Kovalski disse...

a imagem me chamou atenção... adorei!
VISITE O MEU
http://cliceli.blogspot.com/

- disse...

LEGAL AQUI AMIGO MUITO BOM O TEXTO
http://internetantenada.blogspot.com/

Tαtαh disse...

Adoreei o Textoo.. vs escrevee mt beeim.. =))
Retribui?!
http://echidellanima.blogspot.com/

André Narciso disse...

Ótimos textos,apesar de eu não curtir esse tipo de alguma coisa que não sei o nome.Prefiro poemas reais.Mais seus textos são ótimos.

disse...

Textos com fundos sombrios... acho que ta conseguindo passar o que vc quer... parabéns pelo blog! bjos

disse...

passa lá se puder...
www.poeiraeboanoite.blogspot.com

Kelly Christi disse...

Eu até deixaria um comentário digno para as suas poesias, caso vc. não tivesse feito um comentário banal no meu blog.pois escrevo e sei o peso que as palavras tem e como é importante ler o que o autor tem a dizer. Se não curte ler o texto, simplesmente não comente, ninguém é obrigado.

Lucas Adonai disse...

Muito bom ;d

Jeniffer Farias disse...

Uau, isso foi fantástico. Eu refleti sobre isso. Continue assim...
http://cuidademim.blogspot.com/ :*

Sandro Batista disse...

Que viagem... Juro que to aqui tentando decifrar e ainda não consegui...

http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

Anderson Leite disse...

gostei do texto
^^


http://ministerioartecomdeus.blogspot.com/

Lucas Montenegro disse...

Vou ser sincero cara, não tenho certeza se entendi muito bem o poema, mas ele me passa uma certa angústia. Não é o tipo de poema que gosto, mas independente da minha opinião, é muito bem escrito.

Abraços!

Netinho disse...

Gosto desse ar de mistério que seus textos passam. Muito bom, voltarei mais vezes !


Estou voltando a escrever e postando aos poucos, veja se gosta dos meus textos também, ficaria feliz.

Obrigado!

http://sorteeacaso.blogspot.com/

Pamela Dal'Alva. disse...

muito legal.. viajei aqui... xD

no bom sentido

Paulão Fardadão Cheio de Bala disse...

Hahahaha! Agora q vi q tem um piá dizendo q prefere "poemas reais"... E oq não é um "poema real" é o q? Uma ilusão poética?

Felipe Aldemir disse...

Parabéns pelo blog e pelo número de seguidores..
bacana passa lá no meu blog!

http://felipehelloween.blogspot.com/

Alex Monteiro disse...

Cara... Que tenso o teexto
Mas vc escreve MUITOOOOOO Bem *-*
PARABÉNS
http://cantinhocomtudo.blogspot.com/

Jefferson Reis disse...

Deixa eu ver se entendi. Ele passou a enxergar os crimes das pessoas? Ele olhava pra alguém e sentia o que de mau ela tinha feito.

Marcel Camp disse...

Muito intrigante isso!!! Uma mistura de Laranja Mecânica com X-Men... hehe.

Brincadeiras à parte, é muito bem desenvolvido a sua ideia transposta em palavras. A gente "viaja" junto com o personagem e sente até uma certa agonia; afinal, é uma passagem entre o surrealismo e a catástrofe mundana do realismo.

Bacana mesmo!

Abrs,

http://vemaquinomeublog.blogspot.com/2011/08/fido-32.html

Lillo Dogmez, o licantropo. disse...

PUTZ! ANARQUIA PURA E REALIDADE. MUITO BOM! GOSTEI! SEGUINDO.

http://thebigdogtales.blogspot.com/2011/08/desperte-se.html

Thiago Brito disse...

Poxa, muito bom seu Blog
Parabens mesmo, os textos são muito bem escritos, me identifiquei muito, são realmente incríveis...
Estou a seguir-te

Quando puder passa lá no meu e vê o que acha ;d

http://essenciaego.blogspot.com/

Abraço apertado
;P

paradigmas universal disse...

texto que agride os sentidos... eu gosto disso...