29 janeiro, 2010

Como usar a letra W


Não ligue se não estiver muito presente
sou assim mesmo
você fica falando, falando
e minha cabeça está longe

quer discutir a relação? tudo bem
vamos
mas esper´aí
do que falávamos mesmo?

você não ri mais das minhas piadas
e eu não estou a fim de sair de casa hoje
amanhã te ligo
ou daqui cinco minutos

até gosto quando fica aquele silêncio
penso em milhares de coisas para quebrá-lo
pela sua inquietação acho que você também
é nessas horas que eu costumo falar coisas sem sentido


25 janeiro, 2010

Vou tomar o seu lugar


Ela trouxe uma cerveja
e dois copos
mas levou o segundo
percebeu que eu estava só

o lugar não estava cheio
mas também não estava vazio
enchia meu copo
para esvaziá-lo rapidamente

dediquei meia hora da minha vida a isto
poderia estar em casa
mas não
deve ser uma espécie de missão que tenho que cumprir

era algo que precisava ser feito
como uma represa
foi preciso desapropriar casas e terras
e agora parece um lugar tão belo



Agarrou a garrafa em que ainda restava um copo cheio de cerveja e o bebeu de um gole, deliciado, como se apagasse um fogo no peito. Porém nem se passara um minuto e já a cerveja lhe subira à cabeça, enquanto um calafrio leve e até agradável corria pela espinha. Deitou-se e puxou o edredom. Seus pensamentos, já doentios e desconexos, foram-se embaralhando mais e mais e num instante um sono leve e agradável se apossou dele. Tomando de prazer, descobriu com a cabeça um lugar no travesseiro, agasalhou-se mais fortemente com o edredom, que agora o cobria em vez do antigo capote esfarrapado, suspirou baixinho e caiu num sono profundo, forte, salutar.


p. 141




21 janeiro, 2010

Remelas


Sinto a gola úmida de suor
o ventilador de teto insistente gira
e não dá conta do ar abafado
a claridade chega batendo

me escondo sem sucesso
os motores estão lá fora
junto com os risos e latidos
uma sinfonia

misturei cachaça e cerveja
e isso você sabe...
pois é, sabe como é
eu já deveria saber

li o que você escreveu
acho que já escrevi algo assim
ou talvez tenha lido
mas o mais provável é que tenha sentido

20 janeiro, 2010

Top top, educação


Ranking das escolas estaduais da cidade de São Paulo - 2010 (segundo o ENEM)

1 RUI BLOEM 59,27
2 ITAUNA VISCONDE DE 58,99
3 CLEMENTE QUAGLIO PROF 58,2
4 MMDC 57,62
5 MANUEL CIRIDIAO BUARQUE PROF 57,45
6 FABIANO LOZANO MAESTRO 57,14
7 JOAO BORGES PROF 56,98
8 NOSSA SENHORA DA PENHA 56,77
9 ZULEIKA DE BARROS MARTINS FERREIRA PROFA 56,59
10 SAO PAULO 56,53

27 JOSE VIEIRA DE MORAES PROF 55,06

49 ALBERTO SALOTTI PROF 53,71

74 CALHIM MANOEL ABUD 52,56

118 LAERTE RAMOS DE CARVALHO PROF DR 51,68

136 DUARTE LEOPOLDO E SILVA DOM 51,3

207 BEATRIZ LOPES PROFA 49,82

283 AFRANIO DE OLIVEIRA 48,51

318 ESTHER GARCIA PROFA 48,14

352 ADOLFO CASAIS MONTEIRO PROF 47,44

404 SANTO DIAS DA SILVA 46,56

467 EMILIO WARWICK KERR PASTOR 45,62

495 JOSE GERALDO DE LIMA PROF 45,18

534 LOTEAMENTO DAS GAIVOTAS III 43,96

571 BELKICE MANHAES REIS PROFA 39,52
572 JARDIM MORAES PRADO II 38,69

FONTE:


Cara, você tem muita sorte


Vê se toma jeito
foi o que eu disse ao espelho
dando uns tapinhas no rosto
balancei a cabeça negativamente

cheguei pertinho
arregalei os olhos
e com o indicador
examinei a coloração das minhas pálpebras

abri a torneira
ensaboei o rosto
e voltei a me olhar
só depois enxagüei

de cara nunca sei qual é minha escova
cuspi a espuma, gosto de menta
apaguei a luz, silêncio
e continuei a me encarar por mais um segundo

19 janeiro, 2010

Ska!


Informações gerais

Origens estilísticas
Ritmos caribenhos: Mento - Calipso
Ritmos estadunidenses: Jazz - R&B

Contexto cultural
Final da década de 1950 na Jamaica

Instrumentos típicos
Guitarra - Baixo
Trompete - Trombone
Saxofone - Piano - Tambores
Órgão

Popularidade
Maior no início da década de 1960;
Grande popularidade na Jamaica e
notável popularidade no Reino Unido;

Notáveis revivals no
Reino Unido na décadas de 1970s/1980s;

Sucesso tardio na década de 1990, nos Estados Unidos.

Formas derivadas

Rocksteady - Reggae


Ska, ska, ska!

A história do ska geralmente é dividida em três períodos:

1. A cena original da Jamaica, da década de 1960 chamada de primeira onda;
.
2. A segunda onda conhecida por era two tone iniciada no final da década de 70 na Inglaterra, em torno do selo de mesmo nome criado por Jerry Dammers, tecladista do The Specials;
.
3. A terceira e mais atual onda ska, iniciada na década de 80 com os gêneros de fusão ska punk e ska jazz.


mais:
http://www.gigantte.com.br/index.php/2009/10/ska-da-jamaica-para-o-mundo/



18 janeiro, 2010

Ligeiramente sem pressa


Tudo bem
devo admitir
não levo jeito com o habitual
e isso é péssimo

peço misericórdia a Deus
me traga dias mais tranqüilos
uma rotina
sem truculência entre as horas

mas talvez Ele saiba
não é nada disso que eu quero
e passo ter a impressão
de que janeiro é o mais curto mês do ano

alguém aí
faça o relógio parar
sei que amanhã ao levantar
precisarei ir à farmácia comprar analgésicos

Encordoamento (post resgatado de 08/12/2006)


Comprar o encordoamento não foi tarefa fácil. Mentira. Até que foi fácil. Mas tive que falar com muita gente, o que foi bom, pois agora tenho contato de muitos lugares, facilitando futuras buscas.

A maioria dos lugares trabalha com pedidos. É difícil o pessoal ter o jogo de cordas ali na lata. Eu estava desesperado querendo tocar meu rabecão em paz. Pode ser sorte, porem agora tenho meu instrumento completo.

Tive informações de um luthier que não precisaria traçar as cordas chinesas que vieram junto com o contrabaixo acústico, isso se fosse trocar pelas cordas “Mauro Calixto”. Achei muito estranha a informação, porque no dia que fui comprar o instrumento estourei três cordas (!), sim isso mesmo três cordas (!!!!) tentado afinar e não consegui deixar afinado. Por isso não levei em consideração a (des) informação.

O fato é que comprei as cordas e consegui afinar o instrumento. Alguns lugares que pesquisei o encordoamento para contrabaixo acústico “Mauro Calixto”:


Fernando

Rua Ramiro Santa Cruz Abreu, 52 – Butantã

3733-4932

R$ 160,00


Oscar

Vila Madalena

R$ 162,00 (Pedir com dois dias de antecedência)


Sommarson

Alameda Santo Amaro, 526 – Santo Amaro

5547-0963

R$ 187,40


ABC Musical

Rua Dona Veridiana, 28 – 2º. Andar – Sta. Cecília

3361-2765

R$ 188,00


Scavone

Rua dos Andradas, 561 – Luz

3223-3976

R$ 190,00


Mauro Calixto

Rua Ribeiro do Amaral, 191 – Ipiranga

2274-0588

R$ 140,00

15 janeiro, 2010

Memória estendida


O computador já estava ligado quando cheguei
deixei ele baixando o novo disco da Norah Jones
transfiro os arquivos para o iTunes
deveria ser proibido escutar música no laptop

seu rosto surge na tela, parece me olhar
você está online
quero falar contigo
mas finjo que estou off-line

titubeio
mas a culpa é sua
abro e fecho as janelas
arejar

quero dizer-te uma coisa
mas tu não estás mais aqui. ou lá
vou deixar o PC rodando
dizem que essa tal The XX é boa

14 janeiro, 2010

Charly Garcia- Cerca de la revolucion


Charly Garcia: voz/guitarra/teclados
Pablo Guyot: guitarra
Alfredo Toth: bajo
Willy Iturri: bateria
Fito Paez: teclados

12 janeiro, 2010

Post-It


Quatro da tarde
a essa hora o sol bate forte em minha janela
fecho as persianas
venta pouco

uma garrafa de água morna sobre a mesa
também há uma xícara
com um resto de café já seco no fundo
faço girar mais rápido o ventilador

não adianta
nada adianta
mais uma hora e estarei em casa
pensar nisso é quase uma prece

as persianas agora balançam
parece que vai chover
talvez canivetes
não irei embora tão cedo


10 janeiro, 2010


Logo, a razão ainda não me abandonou por completo, logo, ainda tenho capacidade de pensar e memória, uma vez que eu mesmo me apercebi e me dei conta! - pensou ele com ar triunfal, enchendo o peito num suspiro fundo e contente - Foi apenas uma fraqueza provocada pela febre, um instante de delírio.


p. 106



Barbaridade


Virei a garrafa muito rápido
agora tenho que esperar
muita espuma
isso poderia traduzir muito bem o que é a eternidade

me distraio
palitos na mesa
as mulheres que passam
que estão paradas

pronto
agora bebo
e minha sede é tamanha
mais uma

deixo várias marcas de copo na mesa
algo como esquecer de desligar o gás
ou lavar as mãos com freqüência abusiva
não. pode deixar, da próxima vez você paga


03 janeiro, 2010

Estou bem, apesar de não ventar


Encontrei neste papel
o verso de um informe
um alívio
poder jogar algumas palavras aqui

deixar-me falar
nossa história
vai e vem
sem trilha sonora desta vez

insisto em me sentir abandonado
perdido constantemente
um estrangeiro sem passaporte
sem país de origem

noites e noites
estão nessas linhas da última estrofe
o mesmo tema
sempre o mesmo

01 janeiro, 2010

Chegando perto



Fica mais um pouco
porque quando eu for
seu rosto se apagará
minha memória está um lixo

fique sabendo que vou me esforçar
para guardar-te
nas mulheres que verei passar pelas ruas
vou procurar uma que te veja

não deixe que o dia termine
vamos nos esconder
repetir esses últimos segundos
não ria, falo sério

não deveria ter dito tudo isso
mas não quero consertar nada
quem tem que ir sou eu
pois tenho um poema para terminar