10 junho, 2013

Pedágio


Rota caipira do trafico de drogas
Medianeira
plantada no semi-árido mineiro
foi de lá que escapei

mas para isso não foi fácil
tive que iludir muita gente 
destruir sonhos
deixar na dúvida 

sem lógica
sem pretensão
sem botas propulsoras 
mas procurando sempre te atingir

e agora nem disfarço 
quebrei todo o encanto 
como um ator que olha fixo para a câmera
e sorri



7 comentários:

Cícero Barbosa disse...

isso, como um filme dentro de um filme!

Anônimo disse...

um péssimo ator com olhar fixo para a camêra, concretamente sorrindo!

Cícero Barbosa disse...

ahhhhh pq ficar no anonimato?

Jac Bagis disse...

Interessante... realmente tudo a ver com o nome do blog, Nada Rima rsrsrs

bjkssssss

Aline disse...

Como um ator que olha fixamente para a câmera... e sorri... como se no sorriso encontrasse o encanto? Linda poesia!

Marcela Melo disse...

Interessante a forma que dá as palavras...

http://mmelofazminhacabeca.blogspot.com.br/

Carlos Hamilton disse...

Legal!!