05 fevereiro, 2007

Finalmente: aulas!


Comecei minhas aulas com o Ney Carvalho da OSESP na Sala São Paulo. No começo vocês devem saber melhor do que eu, é aquele sofrimento para desenvolver a melhor técnica possível e nisso são várias horas dedicadas aos exercícios com cordas soltas, usando o metrônomo no 55. Quatro tempos distribuindo bem o arco durante cada um dos toques (o terceiro tem que estar no meio do arco!). Depois variando e deixando 3, 2 e 1 tempo.

Mas tenho que estar atento à mão esquerda. Ela vive dando uma escorregada e desafinando (pouco, mas desafina). O Ney me deu um exercício para ralar esta semana que é o seguinte: na corda sol segurar todos os dedos na meia posição, tocar o si bemol (4); quando for tocar o lá bemol (1), todos os outros dedos têm que estar na corda ré; e repetir o mesmo procedimento... Deu pra entender? É bem básico. A mão sofre... Mas sem reclamar!

Ney Carvalho

Cearense de Camocim, começou a estudar contrabaixo em 1987 no Conservatório de Tatuí. Teve aulas com Sérgio de Oliveira e participou de diversos festivais, como os de Curitiba, Londrina e Campos do Jordão, este último sob orientação de Ana Valéria Poles. Foi contrabaixista da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, da Orquestra Sinfônica de Santo André, da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo e primeiro contrabaixo da Orquestra Experimental de Repertório. Desde 1992 apresenta-se com a Camerata Fukuda, com a qual gravou os concertos para violino de J.S.Bach. Desde 1993 é contrabaixista da Osesp.

Um comentário:

hglcjjj disse...

Hello! Mozilla Firefox web browser has updated,Please visit my blog,Free download Quickly