29 janeiro, 2009

Ladeira


Mas ressurge
ao se lançar ao vento
se entrega ao sonho
vai para a rua

se deixa enganar pelos transeuntes
e se apaixona como criança
mas chora ao anoitecer
na companhia da solidão

depois de ganhar inocência
perde a razão
se entrega ao sonho
vai para a rua

cai em desgraça
começa a roubar e se vicia
se arrepende
e ressurge

3 comentários:

Karla disse...

Não quero mais criança na rua.

Contrabaixo Acústico disse...

cada um imagina a história que quer. eu pensei em uma coisa totalmente diferente... mas legal.

Karla disse...

Impossível.
Lê de novo.