29 novembro, 2010

Estilhaço


Foi num desses desejos de voar
quando dei por mim
estava flutuando
me segurei nas grades da janela

acabo escapando
os fios de alta tensão
se enroscam na canela
sabor elétrico nos olhos

tudo muito pequeno
o corpo formigando
entro em órbita
sou um satélite artificial

piso em Saturno
sou preso pela polícia espacial
por contrariar a gravidade
tenho direito a um telefonema


2 comentários:

Dindi disse...

sei como se sente.

Cícero Barbosa disse...

um lixo. =(