11 outubro, 2012

Idiota


Ah, São Petersburgo
abriga-me de uma vez por todas
e faça com que ela
me acolha entre suas coxas

a epilepsia nem é tão ruim
comparada com a ausência dela, que me castiga
às vezes preciso me dopar
para que minha imaginação se turve

quero arrancar toda a bondade represada em mim
não vale a pena
achei que o sanatório tivesse me curado
desse mal em acreditar na humanidade

não sou de prender ninguém
mas queria poder guardá-la para mim
podemos fingir que dará certo
pelo menos hoje



4 comentários:

megumi chan disse...

Muito bons textos amigo

'-[[ Sigo de Volta ]]-'
http://aromadobrasil.blogspot.com.br/2011/03/bolo-surpresa-trufado.html

Paulão Fardadão Cheio de Bala disse...

São Petrogradesburgo era Leningrado umas época.

matheus disse...

Textos legais.

Seguindo, segue de volta please.

COMENTA POR FAVOR.

http://mateuspoeta.blogspot.com.br/2012/10/pra-sempre.html

KGeo disse...

legal o texto