10 outubro, 2012

Atmosfera


A baixa umidade relativa do ar
não está me fazendo bem
nos dias de Estado de Alerta meus olhos ficam irritados
meu nariz sangra

uma frente subtropical
está inibindo as precipitações
a meteorologia errou
em outras regiões está chovendo granizo

a interferência gravitacional da Lua
está alterando o nível da água dos mares
a ressaca levou um jovem distraído
seu corpo ainda não foi encontrado

escuto essas notícias no banco de trás do meu carro
meu suor pinga sobre as desnudas curvas dela
ela grita baixinho
para que as pessoas que passam não escutem



8 comentários:

Lucas Adonai disse...

Gostei, muito!

Rodrigo Bandas disse...

Acho que poesia sem rimas são mais atratrativas.
Interessante sua poesia.

http://rodrigobandasoficial.blogspot.com.br/

Jefferson Prime disse...

prefiro com rimasss , mas achei a poesia legal... ja pensou em compilar em um livro?


se puder dar uma força estamos ai..vlw!!
http://www.facebook.com/Nerdofobia

Aline disse...

Quanta coisa ao mesmo tempo... Bem diferente!

Yuusuke disse...

Parabens amigo belas mensagens do teu blog.
http://nipponpress.blogspot.com.br

Marco disse...

achei boa.

Apenas Impressões Literárias disse...

Ainda não tenho uma opinião formada... Preciso visitar aqui com mais calma para poder avaliar melhor sua obra... Abração!!!

Andressa Pereira disse...

Lembrou-me uma certa narração do Selton Mello, e digo mais, adorei a forma com a qual descreveu o ato. Tenho uma dificuldade incrível de descrever um acontecimento passando por outros trechos como o seu sobre o tempo, as notícias do rádio, até chegar ao que realmente está acontecendo.

Beijos

Melhor que Marley