13 dezembro, 2006

Angústias e Contrabaixo Acústico

A idéia desse blog é expressar todas as angústias de alguém que com trinta anos decide mudar de instrumento musical. Está certo que não é uma mudança radical, pois estou mudando do contrabaixo elétrico para o contrabaixo acústico.

Nunca pensei que fosse aprender tanto em tão pouco tempo. Pudera, estou mudando do punk rock para a música clássica. E talvez dentro do meu antigo estilo nunca liguei tanto para o instrumento musical. O contrabaixo acústico é como um filho. E eu morro de ciúmes dele.

Vocês devem estar pensando que é loucura e improvável esta mudança. Vai ver que todos estes dois estilos sempre fizeram parte da minha formação musical. Ao longo da minha carreira musical já toquei em bandas de rock progressivo, gótico, ska e uma camerata (olha aí o erudito).

Comecei a tocar violão clássico por imposição dos meus pais quando estava na quinta série, portanto... deixa eu ver... doze anos. E estou na musica até hoje, e pelo visto sem previsão para me aposentar.

4 comentários:

Mauricio disse...

Ei, Cícero, muito boa iniciativa!! Tanto do blog quanto da música clássica.

Não tem jeito, a música estará sempre em nosso coração! Abraços e boa sorte!!

Contrabaixo Acústico disse...

é isso aê,
não tem como fugir...

ricardo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcos Henrique disse...

Cícero, a música se mistura ao que circula em nosss veias. Eu cheguei aos 50 tocando violão, mas estou em um processo de paixão pelo contrabaixo acústico, mais na praia do jazz. Belíssima escolha a sua. Saudações alvinegras.