19 março, 2013

Leucemia



Pacientes com câncer em fase terminal
utilizam maconha no tratamento
paralelo a quimioterapia
um analgésico, como a morfina

para mim
nada disso surte efeito
preciso de uma taça de vinho
ou de uma camisa de força

mas o meu remédio
a cura para minhas inquietações
é você
que vem trocar o soro todas as manhãs

me leve com você
para o mundo dos sonhos
onde os pesadelos são apenas lembranças
e o amor não passa de loucura passageira


10 comentários:

João Alexandre Rodrigues disse...

Lindo texto! Analogia perfeita.

Andy antunes disse...

linda a poesia apesar do tema pesadíssimo ...

Matheuslaville disse...

Gostei dessa.... Bem bolada a poesia!!!

Paulão Fardadão Cheio de Bala disse...

Gato mia.

Ana Lucia Nicolau disse...

poema envolvente....abçs

Marilia Tasso disse...

Gostei!

EE disse...

Interessante poesia.

Tati disse...

Poema-alucinógeno!

Zetrusk disse...

OOHHH Very good!

Aline disse...

Poesia forte!!!