12 abril, 2011

Não adianta fincar os pés


No dia seguinte
parecíamos dois estranhos
ela levantou sem dizer uma palavra
eu não tive coragem para tanto

fez o café
colocou na minha xícara
até transbordar
escorreu pela mesa

não abriu as cortinas
nem as janelas
o café esfriou
não abriu o jornal

voltou para a cama
e desatou a chorar
saí na ponta dos pés sem me despedir
não imagino a dor de sua perda



2 comentários:

Biiah Vieira disse...

melancolia MODE ON! eu gosto dessas postagens, você não sabe o quanto :)

Cícero Barbosa disse...

obrigado por alegrar o meu dia Bia!